SEJA BEM VINDO

Nada nesse mundo se compara ao AMOR de DEUS por nós, mesmo antes que viessemos ao mundo Ele já nos conhecia, e em seu imenso AMOR derramou seu sangue INOCENTE, por VOCÊ e por MIM.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

ME REFLITO


Até quando, Senhor?
Hoje estou vivendo um dia difícil.Acabei encontrando esta poesia e resolvi compartilhar com vocês.Há momentos em nossas vidas que começamos a questionar Deus, sobre determinadas coisas que acontecem conosco, e como o Salmista perguntamos; "Até quando senhor, até quando?" hoje estou assim.Poesia de Carmen LúciaAté quando, Senhor, conseguirei resistir?Não quero perder a fé, se já não a perdi...Não deixe que o mal prevaleça, que ele aconteça,Não quero tornar-me fria diante do que vejo,Diante do que sinto, sofro e desejo...Preciso preservar meus sentimentos,Que acredito serem bons...E não os guardo em vão,Desfazer-me de pressentimentos,Mesmo quando esmoreço e fraquejo...Ensina-me, Senhor, uma nova prece,Esgotaram-se as que fiz e nada acontece...Talvez não tenha dito as palavras certas,Ou tenham se perdido por vias erradasSoaram baixinho, não foram escutadas...Senhor, suaviza, alivia a nossa sina,Não deixe que a dor se torne rotina,Não nos permita acostumar com ela,Pois, caso torne-se rotineira,O homem a fará sua companheira...E todo o mal que ainda possa virEle achará normal, não lutará para impedir...Senhor ...que conhece minha verdade..Lê a minha alma, vê meu coração...Não me tire do meio dos bons...Não me deixe ser covarde...Ajuda-me..................em....................minha.............................missão! Jó.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Loading...